Web Design
Concursos, Empregos, Cursos e Trabalho PDF Imprimir E-mail
Notícias - Empregos
Índice do Artigo
Concursos, Empregos, Cursos e Trabalho
Banco do Brasil
Governo adia obrigatoriedade das novas regras ortográficas para 2016
Começam inscrições para o Sisu em 7 de janeiro de 2013
Cresce número de matrículas nas creches e escolas de tempo integral em 2012
CURSOS TÉCNICOS DA FAETEC FORMAM FUTUROS EMPREENDEDORES
Cursos da Fiocruz têm vagas para diversas áreas, do ensino médio ao doutorado
265 Vagas para ensino superior
Todas Páginas

O Ministério da Saúde já inscreve participantes em seu concurso para 265 vagas de nível superior. As oportunidades são administrador (224), analista técnico-administrativo (16, para graduados em qualquer área), bibliotecário (3), contador (7), economista (9) e engenheiros civil (3) e eletricista (3). As remunerações são de R$4.354,41 e R$7.095,34 (economista e engenheiro apenas), incluindo valor de R$373 para alimentação.

concurso-saude

Para administrador, há 172 oportunidades no Distrito Federal, sede do ministério, e duas para cada um dos estados da Região Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Todas as vagas dos  demais cargos são para lotação em Brasília. Os aprovados serão contratados pelo regime estatutário, para jornada semanal de 40 horas, durante um período inicial de dois anos, que pode ser dobrado.

As inscrições, que seguem até o próximo 17, devem ser feitas pelo site do Cespe/UnB. A taxa, de R$80, pode ser paga até 5 de junho. Podem solicitar isenção os cadastrados nos programas sociais do governo federal e membros de família considerada de baixa renda, durante todo o período de inscrições. A lista provisória de isentos sai no próximo dia 24.

Haverá provas objetiva e discursiva, a serem aplicadas em todas as capitais federais. Elas acontecem no dia 7 de julho, no turno da manhã. Serão 120 itens de Conhecimentos Básicos (50) e Específicos (70), além de redação. Os participantes terão quatro horas e meia para completar o exame. A parte básica, igual para todos os cargos, será formada por Língua Portuguesa, Noções de Informática, Ética no Serviço Público, Raciocínio Lógico e Sistema Único de Saúde (SUS).

A redação, de até 30 linhas, será acerca do tópico Conhecimento do SUS, integrante da última disciplina. Para ser aprovado na parte objetiva, será preciso obter dez pontos no primeiro grupo de questões, 21 no segundo e 36 na soma de ambos.

Na discursiva, que vale dez pontos, quatro desses serão necessários, além de classificação dentro do limite de textos a serem corrigidos. Também haverá um quantitivo máximo (753, conforme tabela) de participantes na classificação final, que poderão ser convocados durante a validade do concurso. Aqueles que alcançarem posição abaixo do limite por função serão considerados reprovados e eliminados.

Retificação no edital - O Ministério da Saúde publicou nesta quinta-feira, 2, uma retificação do edital do concurso para 256 vagas em cargos de nível superior. O documento aumenta o quantitativo de classificados para a correção da prova discursiva. Antes seriam convocados 1.089 aprovados (inlcuindo os empates) no exame objetivo para terem os textos corrigidos, mas como a retificação passou a ser 1.228.

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Anuncie Publicidade Legal Jornais O Dia e Meia Hora RJ

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ

 

 

 


 

 

Estão abertas as inscrições para escriturário do Banco do Brasil


Estão abertas, desde as 10h da última quinta, dia 14 de março, as inscrições de um dos concursos mais aguardados, em âmbito federal: o de escriturário do Banco do Brasil.

concurso-banco-do-brasil

Poderão concorrer candidatos de ambos os sexos que tenham o nível médio. Embora, a seleção seja para formação de cadastro de reserva, o BB deverá efetuar um grande número de contratações. A remuneração inicial é de R$2.732,04, sendo R$1.892 de salário, R$472,12 de auxílio-refeição e R$367,92 de cesta-alimentação, para jornada de trabalho de 30 horas semanais. Ainda há outros benefícios, como possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros, plano de saúde extensivo aos dependentes, plano de previdência, auxílio-creche e auxílio para portador de deficiência.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora do concurso, até o dia 12 de abril. Quem não tem acesso à internet pode recorrer a um dos postos com computadores (veja no edital), das 9h às 12h e das 13h às 17h. Será preciso pagar uma taxa, no valor de R$40, até o fim das inscrições. Quem quiser poderá pedir isenção, somente de 11 a 13 de março, no site da FCC, sendo necessário comprovar estar inscrito no CadÚnico, ter renda familiar mensal igual ou inferior a três salários mínimos (R$2.034) ou ter renda familiar per capita de até meio salário mínimo (R$339).
Os aprovados serão contratados sob o regime celetista. Além do Rio de Janeiro, são contemplados os estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e parte do Amazonas e de Santa Catarina. Os participantes serão submetidos a uma prova objetiva e uma redação, no dia 26 de maio. Serão propostas 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Gerais (contendo as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Matemático e Atualidades do Mercado Financeiro) e 30 de Específicos (com as matérias de Cultura Organizacional, Técnica de Vendas, Atendimento, Domínio Produtivo da Informática e Conhecimentos Bancários).


Será aprovado no exame objetivo aquele que acertar 30% de Conhecimentos Básicos, ou seja, nove questões; 30% de Conhecimentos Específicos, que também correspondem a nove questões; e 40% do total de provas, que representam 24 questões. Serão corrigidas as redações dos 7.900 primeiros classificados na prova objetiva. Nesse caso, será aprovado quem conseguir, no mínimo, 50 dos 100 pontos totais.

Fonte: Folha Dirigida.

 

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ


 

Governo adia obrigatoriedade das novas regras ortográficas para 2016

O governo brasileiro adiou por mais três anos o início da obrigatoriedade do uso do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. O acordo que visa padronizar as regras ortográficas foi assinado em 1990 com outros países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Com o adiamento, as novas regras, que se tornariam obrigatórias daqui a quatro dias, só poderão ser cobradas a partir de 1º de janeiro de 2016. O novo prazo consta em decreto presidencial publicado hoje (28), no Diário Oficial da União.

 

No início do mês, o senador Cyro Miranda (PSDB-GO) já havia antecipado que o governo federal adiaria a entrada em vigor do acordo. Na ocasião, o senador, membro da Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, disse acreditar que o ideal seria elaborar um outro acordo, com maior participação da sociedade, e que só passasse a valer a partir de 2018.

 

Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe assinaram o acordo ortográfico em 1990. Na época, o Timor-Leste, que hoje faz parte da CPLP, ainda não era uma nação independente. O país só aderiu ao acordo em 2004, após tornar-se independente.

 

Cada país deve ratificar o documento assinado e definir os prazos para a entrada em vigor do novo acordo.

 

Em Portugal, a reforma foi ratificada e promulgada em 2008 e as novas regras entraram em vigor em maio de 2009, com a previsão de se tornarem obrigatórias em seis anos a partir dessa data. No Brasil, o acordo foi ratificado em setembro de 2008 e as novas regras já estão em uso, embora em caráter não obrigatório, desde 1º de janeiro de 2009.

 

O acordo também já foi ratificado por Cabo Verde (2006), São Tomé e Príncipe (2006), Guiné-Bissau (2009) e Timor Leste (2009). Moçambique e Angola ainda não ratificaram o documento.

Fonte: Agência Brasil

 

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ


Começam inscrições para o Sisu em 7 de janeiro de 2013

Os estudantes que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtiveram nota maior que zero na redação poderão se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a partir do dia 7 de janeiro de 2013. Com o Sisu, o estudante concorre a uma vaga para cursos de universidades e institutos federais de ensino superior.

 

O Ministério da Educação ainda não divulgou o número de vagas disponíveis para o primeiro semestre de 2013. No segundo semestre de 2012, foram oferecidas 30 mil vagas.

 

De acordo com o cronograma do Sisu, publicado hoje (26) no Diário Oficial da União, as inscrições vão até as 23 horas e 59 minutos do dia 11 de janeiro de 2013 (horário de Brasília) e devem ser feitas exclusivamente pela internet, no portal do Sisu.

 

Uma vez inscrito no Sisu, o candidato concorre a vagas em dezenas de instituições públicas cadastradas em todo o país. Para a seleção do primeiro semestre de 2013 valerá a nota do Enem 2012, cuja divulgação, segundo o MEC, será feita nesta sexta-feira (28).

 

Segundo o edital, o estudante poderá se inscrever em até duas opções de vaga e deverá especificar a ordem de preferência, o local de oferta, o curso e o turno.  Além disso, será possível escolher a modalidade de concorrência - em 2013, o Sisu se adequará à Lei de Cotas, de agosto de 2012. As inscrições serão gratuitas e as instituições de ensino deverão disponibilizar acesso à internet aos estudantes interessados.

 

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 14 de janeiro de 2013 e da segunda chamada, no dia 28 de janeiro, no site do Sisu e das instituições. No caso de notas idênticas, o desempate será feito pela seguinte ordem de critérios: nota na redação; nota em Linguagens, Códigos e suas tecnologias; nota em Matemática e suas Tecnologias; nota em Ciências da Natureza e suas Tecnologias e nota em Ciências Humanas e suas Tecnologias.

 

As matrículas serão feitas nas instituições nos dias 18, 21 e 22 de janeiro para a primeira chamada e 1º, 4 e 5 de fevereiro para segunda.

 

A partir de amanhã (27), a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) disponibilizará uma ferramenta de busca com todos os cursos ofertados pelo Sisu no próximo semestre. A consulta poderá ser feita no portal da empresa.

 

Fonte: Agência Brasil

 

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ


Cresce número de matrículas nas creches e escolas de tempo integral em 2012

O atendimento em creches no Brasil cresceu 10,5% na comparação entre 2011 e 2012, chegando a quase 2,6 milhões matrículas de crianças com até três anos de idade. O ano passado registrou mais de 2,2 milhões de matrículas, com crescimento 476 mil matrículas desde o ano de 2010, o que possibilitou um aumento de 23% nos dois últimos anos. Os números são do Censo Escolar de 2012, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), do Ministério da Educação (MEC). Os dados foram publicados no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21), por meio da Portaria nº 1.478.

O aumento no número de matrículas é atribuído ao reconhecimento da creche como primeira etapa da educação básica, com a garantia de repasse de recursos a estados, Distrito Federal e municípios, para financiamento e manutenção das unidades, por meio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Também são desenvolvidas pelo MEC ações supletivas, como o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos da Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância), que oferece assistência financeira ao Distrito Federal e aos municípios para a construção, reforma e aquisição de equipamentos e mobiliário para creches e pré-escolas públicas.

As unidades de educação infantil também são atendidas pelo governo, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Até dezembro deste ano foi aprovado o financiamento para 5,5 mil creches. Destas, 751 já foram entregues, 569 estão em funcionamento; outras 2.740, em fase de construção; 2.019 na etapa de planejamento e licitação; e 50 foram canceladas.

Com evolução no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o ensino fundamental aparece em destaque no que se refere à educação em tempo integral - com jornada escolar com sete ou mais horas de duração.  Segundo dados do censo, a rede pública, em 2012, registrou 2,1 milhões de matrículas na modalidade, o que significa crescimento de 26,6% em relação ao ano passado. As matrículas na educação integral representam 8,3% do total de estudantes no ensino fundamental.

As matrículas estão concentradas nas creches da rede municipal, com 1,6 milhão de crianças, seguida pela rede privada, com aproximadamente, 930 mil crianças. Os sistemas estadual e federal - que não são obrigados a ofertar creches - têm 6,4 mil e 1,2 mil matrículas, respectivamente.

Já as matrículas da pré-escola registraram aumento de apenas 1,6% em relação a 2011 - atualmente com mais de 4,7 milhões alunos de quatro e cinco anos. Assim como a creche, a maior parte das matrículas da pré-escola está na rede municipal, com 3,5 milhões de crianças. A rede privada registrou quase 1,2 milhões de matrículas, seguida pela estadual, com 51,3 mil, pela federal, com 1,3 mil matrículas.

A educação profissional e a tecnológica também têm apresentando crescimento. Foram contabilizados 1,3 milhão de matrículas este ano - um crescimento de 8,9% em relação ao ano anterior -, consideradas a educação profissional concomitante e a subsequente ao ensino médio e a educação profissional no ensino médio integrado.

 

Rede

Nos últimos cinco anos, a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica expandiu o número de matrículas em 92%, ultrapassando a marca de 210 mil estudantes atendidos. Somente este ano e o ano passado, a rede apresentou crescimento de 10,9% no número de matrículas. A participação da rede pública - consideradas a federal, as estaduais e as municipais - também tem registrado aumento, com índice de 53,5% em um total de 1,3 milhão de matrículas.

 

Plano Nacional de Educação

A universalização da educação infantil no País é a primeira meta do Plano Nacional de Educação (PNE), que tramita no Senado Federal. A proposta é aumentar em 50% o atendimento a crianças com até três anos, até 2020, e universalizar o acesso na faixa etária dos 4 e 5 anos, até 2016.

“Temos hoje 23,6% das crianças até três anos de idade em creches e precisamos dobrar em oito anos o número de unidades”, disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Em novembro passado, Mercadante anunciou a adoção de novos métodos de construção para acelerar as obras em creches e pré-escolas em todo o Brasil.

 

Censo Escolar

O censo escolar, realizado anualmente pelo Inep, é o mais relevante e abrangente levantamento estatístico sobre a educação básica do País. Os dados servem como subsídio para a elaboração de políticas públicas pelo MEC.

 

As informações do Censo Escolar servem de base para a distribuição de recursos públicos para os municípios e estados, como o Fundeb e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

A publicação dos dados atende dispositivos da Lei nº 11.494/2007, conhecida como Lei do Fundeb. As demais informações, relativas a fluxo e aprovação, ainda estão em fase de coleta, com publicação prevista para março do próximo ano.

 

Fonte: Portal Brasil

 

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ


CURSOS TÉCNICOS DA FAETEC FORMAM FUTUROS EMPREENDEDORES

Cada vez mais alunos conseguem abrir o próprio negócio após a qualificação

 

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia, vem abrindo cada vez mais espaço para jovens empreendedores. A maior parte dos alunos está interessada em investir na qualificação para abrir o próprio negócio. A instituição, que oferece 41 cursos técnicos, formou 3,5 mil alunos no ano passado.

 

– Muitos alunos da Faetec, após terminarem seus cursos, conseguem ser empreendedores. Temos bons exemplos desses tanto nas Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) como nos Centros Vocacionais Tecnológicos

(CVTs) – explicou o presidente da Faetec, Elder Lugon.

 

Formado em técnico de prótese dentária, Renato Magalhães aumentou a renda mensal para R$ 2,5 mil com o diploma.

 

– A quantia que ganho em meu laboratório é muito maior do que se trabalhasse de carteira assinada – disse Renato.

 

Dono de uma empresa que presta serviços de construção, Sérgio Peixoto frequenta as aulas do curso de ladrilheiro.

 

– O diploma de um curso técnico é o caminho para a pessoa ter o seu próprio empreendimento – afirmou Sérgio.

 

Concluir o curso de cabeleireira foi fundamental para que Lorraine de Souza abrisse o próprio salão na comunidade do Santa Marta, em Botafogo.

 

– Abrir meu empreendimento foi a melhor coisa que fiz na vida – disse Lorraine.

 

Desde o início do ano, o CVT do Complexo do Alemão oferece aulas de empreendedorismo em parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). As inscrições são realizadas pelo site www.faetec.rj.gov.br.

 

Fonte: Governo do Estado

 

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

Clique aqui para fazer seus anúncios no Diário Oficial do Estado do RJ e no Diário Oficial do Município do RJ


Cursos da Fiocruz têm vagas para diversas áreas, do ensino médio ao doutorado

Diversos cursos da Fiocruz estão com inscrições abertas para o preenchimento de vagas das turmas de 2013. As oportunidades abrangem áreas como história das ciências e da saúde, saúde da família, políticas públicas, informação e comunicação e saúde, entre outros.

 

Além disso, há cursos a distância, oferecidos em parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) e processos de seleção para ensino médio. O concurso da Escola Politécnica da Fundação vai preencher vagas para os cursos técnicos em análises clínicas e em gerência em saúde, e as inscrições devem ser feitas até 21 de setembro, exclusivamente pela internet.

 

Inscrições para pós-graduações devem ser feitas pela Plataforma Siga:

 

Casa de Oswaldo Cruz (COC)

Mestrado e doutorado: História das ciências e da saúde - até 12/11 (presencial) e até 7/11 (por Correios)

 

Educação a Distância (EAD)

Especialização: Ativação de processos de mudança na formação superior de profissionais de saúde e Gestão em Saúde - até 5/10

Aperfeiçoamento: Formação de facilitadores de educação permanente em saúde e vigilância em saúde - até 5/10

Tutores: Ativação de processos de mudança na formação superior de profissionais de saúde - até 25/9

 

Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp)

Residência multiprofissional: Saúde da família - até 10/10

 

Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV)

Ensino médio: Educação profissional técnica de nível médio em saúde - até 21/9

Mestrado: Educação profissional em saúde - até 11/10

Especialização: Docência em educação profissional em saúde - até 5/10

 

Fiocruz Amazônia (ILMD)

Especialização: Educação permanente na gestão regionalizada do Sistema Único de Saúde - até 16/10

 

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict)

Mestrado  e doutorado: Informação e comunicação em saúde - até 10/10

 

Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos)

Mestrado: Gestão, pesquisa e desenvolvimento na indústria farmacêutica - até 26/10

 

Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS)

Mestrado e doutorado: Vigilância sanitária  - 17/9 a 28/9

 

Instituto Nacional de Pesquisa Clínica Evando Chagas (Ipec)

Atualização: Imuno-histoquímica - até 3/10

Atualização: Manejo e controle das leishmanioses  - até 10/10 (nível médio); até 17/9 (nível superior)

 

Instituto Oswaldo Cruz (IOC)

Mestrado e doutorado: Ensino em biociências e saúde - 17/9 a 4/10

Mestrado e doutorado: Biologia computacional e sistemas - 17/9 a 1/11

Mestrado: Medicina tropical - até 5/10

Mestrado: Biologia celular e molecular - 1º a 5/10

 

Fonte: Fiocruz

 


 

O Ministério da Saúde já inscreve participantes em seu concurso para 265 vagas de nível superior. As oportunidades são administrador (224), analista técnico-administrativo (16, para graduados em qualquer área), bibliotecário (3), contador (7), economista (9) e engenheiros civil (3) e eletricista (3). As remunerações são de R$4.354,41 e R$7.095,34 (economista e engenheiro apenas), incluindo valor de R$373 para alimentação.
concurso-saude
Para administrador, há 172 oportunidades no Distrito Federal, sede do ministério, e duas para cada um dos estados da Região Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Todas as vagas dos  demais cargos são para lotação em Brasília. Os aprovados serão contratados pelo regime estatutário, para jornada semanal de 40 horas, durante um período inicial de dois anos, que pode ser dobrado.

As inscrições, que seguem até o próximo 17, devem ser feitas pelo site do Cespe/UnB. A taxa, de R$80, pode ser paga até 5 de junho. Podem solicitar isenção os cadastrados nos programas sociais do governo federal e membros de família considerada de baixa renda, durante todo o período de inscrições. A lista provisória de isentos sai no próximo dia 24.

Haverá provas objetiva e discursiva, a serem aplicadas em todas as capitais federais. Elas acontecem no dia 7 de julho, no turno da manhã. Serão 120 itens de Conhecimentos Básicos (50) e Específicos (70), além de redação. Os participantes terão quatro horas e meia para completar o exame. A parte básica, igual para todos os cargos, será formada por Língua Portuguesa, Noções de Informática, Ética no Serviço Público, Raciocínio Lógico e Sistema Único de Saúde (SUS).

A redação, de até 30 linhas, será acerca do tópico Conhecimento do SUS, integrante da última disciplina. Para ser aprovado na parte objetiva, será preciso obter dez pontos no primeiro grupo de questões, 21 no segundo e 36 na soma de ambos.

Na discursiva, que vale dez pontos, quatro desses serão necessários, além de classificação dentro do limite de textos a serem corrigidos. Também haverá um quantitivo máximo (753, conforme tabela) de participantes na classificação final, que poderão ser convocados durante a validade do concurso. Aqueles que alcançarem posição abaixo do limite por função serão considerados reprovados e eliminados.
Retificação no edital - O Ministério da Saúde publicou nesta quinta-feira, 2, uma retificação do edital do concurso para 256 vagas em cargos de nível superior. O documento aumenta o quantitativo de classificados para a correção da prova discursiva. Antes seriam convocados 1.089 aprovados (inlcuindo os empates) no exame objetivo para terem os textos corrigidos, mas como a retificação passou a ser 1.228.

 

Publicar Missas, Avisos Fúnebres e Religiosos em O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Extra

Anuncie nos Classificados de O Globo

Anuncie nos Classificados do Jornal Expresso

Seu site aparecendo na 1ª página do Google

 
Banner
Banner
Banner
 
Banner
  • Boa Chance
  • Morar Bem
  • Vida Ganha
  • Extra Imóveis
Banner

Publicidade

Banner
JORNAL DIÁRIO EM CABO FRIO / RJ
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário em Cabo Frio / RJ e Região dos Lagos - Folha dos Lagos
E-mail: flagos@publicaranuncios.com.br
JORNAL DA CIDADE EM TERESÓPOLIS
Clique no link acima para publicar em Jornal da Cidade de Teresópolis / RJ
E-mail: jornaldacidadetere@publicaranuncios.com.br
JORNAL DIÁRIO EM MACAÉ/RJ
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário de Macaé / RJ - Diário da Costa do Sol E-mail: diariomacae@publicaranuncios.com.br
DIÁRIO EM PETRÓPOLIS
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário em Petrópolis/RJ - Tribuna de Petrópolis.
E-mail: tribunadepetropolis@publicaranuncios.com.br
DIÁRIO EM VOLTA REDONDA
Clique no link acima para publicar em Jornal Diário de Volta Redonda / RJ e Região Sul Fluminense - Diário do Vale
E-mail: diariodovale@publicaranuncios.com.br

Siga-nos no Twitter

Fique Informado !

Cadastre seu e-mail para receber os Informativos!

Enquete

Voce dirige após ingerir bebida alcoólica?